O Rangers vai comprar em definitivo o passe da promessa romena Ianis Hagi, filho do ex-futebolista Gheorghe Hagi, e que estava na Escócia emprestado pelos belgas do Genk.

“Estou muito emocionado por voltar a ver os meus colegas no regresso aos treinos e vestir de novo esta famosa camisola. Houve interesse de outros clubes, mas a minha prioridade foi sempre voltar a Glasgow e jogar no Rangers”, disse o atleta.

O internacional de 21 anos, com 10 partidas pela seleção da Roménia, chegou a Glasgow por empréstimo em janeiro, tendo jogado 12 desafios e marcado três golos, até a covid-19 suspender a competição.

“Estou encantado com o regresso a Ibrox e quero jogar muito em breve ante os nossos adeptos, mas agora o único que desejo é que todos estejam sãos e salvos”, completou.

O Rangers afirma que a opção de compra, que os media locais referem ser de cinco milhões de euros, será formalizada na reabertura do mercado.

Com menos um jogo em 30 jornadas, quando o campeonato foi cancelado o Glasgow Rangers era segundo do campeonato, a 13 pontos do rival ‘católico’ do Celtic, a quem foi atribuído o título.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 03 de junho. A Liga alemã regressou em 16 de maio.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 350 mil mortos e infetou mais de 5,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Cerca de 2,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.