Aumenta a contestação sobre André Villas-Boas no Shanghai SIPG. O treinador português está debaixo de fogo depois de a sua equipa ter sido eliminada da Liga dos Campeões asiática pelo Urawa. De acordo com a imprensa do país, o emblema chinês está descontente com a prestação do técnico e pondera mesmo avançar para a rescisão do contrato com o treinador. A  Taça da China torna-se fundamental para o treinador que se arrisca a ficar uma temporada sem vencer qualquer troféu pelo Shanghai SIPG.

Sem a ‘Champions’ asiática onde já foi eliminado e com o campeonato da China num horizonte muito distante – segue no segundo posto com menos seis pontos do que o líder, Guangzou Evergrande, quando faltam três jornadas para o fim – a Taça da China é a única prova onde o treinador português pode conquistar um troféu. A presença na final já está assegurada, mas ainda não é certo que vença o galardão.

Recorde-se de que André Villas-Boas foi contratado esta temporada pelo emblema chinês e tornou-se num dos mais bem pagos do mundo quando assinou pelo Shanghai SIPG. Apesar de ter levado alguns jogadores como Hulk para trabalhar consigo, o antigo treinador do FC Porto não conseguiu quebrar o domínio de Luiz Filipe Scolari e do Guangzou Evergrande no panorama do futebol na China.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.