Pelo menos uma pessoa morreu e outras 37 ficaram feridas neste domingo depois de uma confusão registada na entrada de um estádio na capital de Madagáscar, Antananarivo, antes do início de uma partida de futebol entre Madagáscar e Senegal - informou uma fonte hospitalar.

"Houve um tumulto na frente do estádio (...) Até ao momento, temos o balanço de um morto e 37 feridos", declarou o diretor do hospital Hrja, Oliva Alain Rakoto, à imprensa.

Testemunhas confirmaram que a confusão aconteceu na entrada do estádio de Mahamasina.

Milhares de espetadores estavam aglomerados desde cedo para assistir à partida entre a seleção de Madagáscar e a do Senegal para as eliminatórias da Taça das Nações Africanas (CAN) 2019.

"O nosso tio foi para a fila para ver a partida. Saiu de casa às oito. Ouvimos dizer que estava internado aqui, depois de ter sido esmagado no tumulto", contou à AFP Henintsoa Mialy Harizafy, de 30 anos.

"Não percebi por que havia apenas uma porta aberta, quando se trata de uma grande partida", continuou Harizafy, que foi para o Hospital Hjra.

"Viemos para a fila às 6h da manhã. Estávamos a um metro e meio do portão, quando aconteceu a confusão", contou Rivo Raberisaona à AFP.

Raberisaona relatou que foi esmagado, mas que a sua mochila "amortizou os golpes". Um amigo também foi hospitalizado.

Apesar do incidente, o jogo entre Madagascar e Senegal começou às 14h30 locais (12h30 em Lisboa), como previsto, com um público de mais de 20.000 espetadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.