A UEFA ordenou hoje a retenção das receitas do Fenerbahçe, na ordem dos dois milhões de euros, para as próximas duas épocas futebolísticas, por considerar que o clube turco violou as regras do 'fair-play' financeiro.

A Câmara Adjudicatória do Órgão de Controlo Financeiro de Clubes (CFCB) do organismo que rege o futebol europeu explicou que o clube turco desrespeitou as condições impostas há um ano e recordou que em 19 de julho de 2019 já tinha punido a formação de Istambul, visto que não havia sido atingido o objetivo de equilíbrio financeiro no final de 2018, segundo o acordo que entrou em vigor em maio de 2016.

A retenção do valor das receitas poderia ser reduzida para um milhão de euros, desde que o clube pudesse demonstrar, até 15 de outubro de 2019, que havia cumprido as condições, inclusive a reestruturação da sua dívida, uma circunstância que para a UEFA não foi produzida.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto