Raymond Domenech fez duras críticas aos jogadores da seleção francesa que marcaram presença no Mundial'2010 através do seu livro com o título: "Totalmente Só".

Recorde-se que Domenech teve muitas dificuldades durante o Campeonato do Mundo de 2010 com a insurreição de vários jogadores contra o seu comando, nomeadamente Nicolas Anelka, Franck Ribéry e Thierry Henry, a quem o técnico francês chamou de 'uma cambada de imbecis' no seu mais recente livro.

No seu livro, Raymond Domenech descreve Ribéry como sendo "uma diva" e Samir Nasri como "o exemplo do egoísmo". Mas as palavras mais duras do ex-selecionador foram mesmo para Nicolas Anelka, jogador que acabou por ser expulso da concentração por insultar Domenech durante o intervalo do jogo frente ao México.

"Depois do jogo frente ao México, Anelka estava a rir-se com Gallas. Que insensibilidade, terão ficado felizes por perder?", atirou Raymond Domenech.

No referido livro, Raymond Domenech confessou que não aguentou 'as opiniões de todos os jogadores' apelidando-os uma 'cambada de imbecis'.

"Não aguentei mais aquela cambada de imbecis. Não tinha energia. Aguentei o suficiente".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.