Mal o árbitro árabe Khalil Al Ghamdi apitou para o final do encontro entre as duas formações, os adeptos mexicanos saíram para as ruas e vários milhares rodearam a estátua do Angel de la Independência, na capital do país, para festejar o triunfo, que deixou a sua equipa muito perto dos oitavos de final.

Enquanto os mexicanos, um pouco por todo o país festejavam este triunfo e já começavam a sonhar com a muito provável passagem à fase seguinte, em França o ambiente era de consternação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.