“Oxalá quarta feira seja um grande dia para o futebol espanhol”, referiu David Villa, máximo goleador da prova com cinco golos e que antevê um “jogo bonito entre selecções que querem ganhar”.

O encontro de Durban reverte obrigatoriamente para a final do Europeu2008, ganho pela Espanha (1-0), com um golo de Fernando Torres, que Villa considera ser “uma espinha encravada” para os alemães e por isso motivo para quererem vingança.

Sérgio Busquets, referindo-se à estreia da Espanha numa meia-final de um mundial, considera que “a história tinha que mudar e agora é o momento ideal.
“Queremos prosseguir e escrever a história”, afirmou.

Joachim Low, seleccionador da Alemanha, que surpreendeu o Mundo com um lote de atletas jovens e alguns praticamente desconhecidos, já reconheceu, sem modéstias, que a sua selecção tem mais hipóteses de ganhar.

O duelo entre o alemão Miroslav Klose, veterano avançado de 32 anos e que já leva 14 golos em fases finais de mundiais, e o espanhol David Villa é um dos mais esperados da meia final de quarta feira.

Na Alemanha, a ausência por acumulação de amarelos de Thomas Muller, uma das "refrescantes" surpresas da prova, é a certeza aguardada, devendo ser substituído por Piotr Trochowski ou Toni Kross.

O espanhol Cesc Fabregas, que não tem sido utilizado pelo seleccionador Vicent del Bosque, já que soma apenas 93 minutos em cinco jogos, estava em dúvida para o encontro, mas Vicente Del Bosque já anunciou que ele poderá disputar a meia-final diante da Alemanha.

"Ficámos preocupados na segunda-feira, porque ele recebeu uma pancada forte que o deixou mal, mas já se pode treinar hoje e está em condições de poder jogar", disse o técnico.

O jogo de quarta-feira será o 20.º entre ambas as selecções a nível oficial, incluindo as partidas como RDA e RFA, e o saldo pende favoravelmente para os germânicos com oito triunfos, seis empates e seis derrotas.

Da lista constam duas partidas referentes a mundiais, ainda no decorrer das fases de grupo, com a RFA a eliminar a Espanha em 1966, com 2-1, e tendo ambas as seleções empatado a 1-1, em 1994, valendo a passagem aos oitavos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.