“Esta é a última hipótese de a Sérvia se manter em prova. Teremos de ter muito cuidado e concentração”, disse o técnico-adjunto Hansi Flick, na antevisão do jogo que vai juntar as duas equipas no estádio Nelson Mandela Bay.

Para Hansi Flick, a Alemanha “terá de melhorar o que fez bem frente à Austrália [vitória por 4-0, a maior goleada da primeira jornada da prova], já que a Sérvia é uma equipa muito boa, com jogadores que actuam em clubes de topo na Europa”.

Já Radomir Antic, técnico da selecção sérvia, assumiu que a sua equipa tem capacidade para chegar à vitória frente aos alemães, apesar da exibição que fizeram frente à Austrália.

“Vamos enfrentar a equipa que mostrou melhor futebol nos jogos da primeira jornada. Fiquei impressionado com a qualidade do jogo da Alemanha”, disse.
Para o técnico da Sérvia, a “equipa vai ter de subir de produção frente aos alemães, já que essa é a marca dos verdadeiros campeões”.

“O próximo jogo é histórico para nós. A Alemanha também deve inspirar-nos a recuperar a paixão e a alegria do nosso jogo. Estivemos muito condicionados no primeiro jogo [derrota 1-0 frente ao Gana] e falhámos mentalmente. Todos os jogadores vão ter de elevar o seu nível no próximo jogo”, concluiu.

A Sérvia [então Jugoslávia] conseguiu apenas uma vitória sobre a Alemanha numa fase final ao afastar o seu adversário de sexta feira nos quartos de final no Mundial de 1962, no Chile.

O jogo está marcado para as 12:30 no estádio Nelson Mandela Bay, em Port Elizabeth.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.