Presidente da FIFA nos últimos 13 anos, Blatter indicou que a sua missão “ainda não tinha terminado” e escusou-se a comentar a existência de outros potenciais candidatos ao cargo.

“Aqueles que não acreditavam no jogo limpo que sempre defendi tentaram retirar-me do cargo de 1998 a 2002. Mas, depois de aceitarem este enfoque, começamos a planear um novo enfoque”, disse Blatter, durante o Congresso da FIFA.

O presidente da FIFA explicou que a “nova estratégia passa por um benefício do mercado” e garantiu que a “televisão tem sido fundamental”, já que “leva o futebol a todos os cantos do Mundo”.

A chave do crescimento da FIFA, na opinião de Joseph Blatter, “é um futebol bom, logo um produto bom”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.