Citando uma fonte da FIFA, a agência France Presse informa que a Federação Francesa de Futebol endereçou ao organismo um pedido de ingresso de um outro jogador, devido à lesão que impede o guardião do Bordéus de dar o seu contributo na África do Sul.

O gabinete da comissão de organização da FIFA reúne-se na quarta-feira para analisar o pedido gaulês e decidir se está ou não enquadrado nos casos de força maior que permitem contornar o regulamento, segundo o qual uma equipa apenas pode substituir jogador até 24 horas antes do primeiro jogo no Mundial.

Cédric Carrasso magoou-se no treino de segunda-feira, quando executiva trabalho específico de guarda-redes, e a federação limitou-se a informar que sofreu uma contractura muscular na coxa direita.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.