Pela forma como o Chile havia conseguido apurar-se para o Mundial de futebol na zona sul-americana, onde só perdeu nos encontros com o Brasil, esperava-se uma equipa comandada por Marcelo Bielsa forte e autoritária, o que se veio a verificar ao longo da partida.

As Honduras nunca mostraram forças para contrariar a maior qualidade do futebol chileno. Se na primeira parte, a formação hondurenha ainda conseguiu dar um ar da sua graça e chegar por algumas vezes à baliza de Bravo, no segundo tempo a equipa de Reinaldo Rueda quase não se viu no ataque.

O Chile acabou por vencer com naturalidade, apenas pecando na eficácia. No meio de tantas oportunidades podia ter saído da partida com um resultado mais dilatado.

O golo chileno foi apontado por Beauséjour aos 33 minutos, numa jogada iniciada por Matías Fernández, jogador do Sporting, que esteve em bom plano, jogando os 90 minutos.

David Suazo, que já alinhou pelo Benfica, não saiu do banco de suplentes das Honduras.

Esta tarde joga-se a outra partida do grupo H, entre Espanha e Suíca.

Neste momento o Chile lidera com 3 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.