Pela oitava vez numa fase final de um campeonato do Mundo, a sétima consecutiva, a Coreia do Sul, com um futebol simples, mas eficaz, venceu a Grécia por 2-0, numa partida em que foram claramente superiores.

Jung Soo Lee, aos sete minutos, inaugurou o marcador, e Ji-Sung Park, capitão e estrela sul-coreana, aos 52’, fez o placard mexer, ao apontar o segundo golo e deixando a Coreia do Sul confortavelmente na frente.

Num estádio longe de estar cheio, foram os sul-coreanos a dominar uma primeira parte, em que, de facto, a velocidade imposta pelos asiáticos tem sido o mais entusiasmante desta primeira parte.

O primeiro golo surgiu dos pés de Soo Lee. Após a marcação de um livre na esquerda, perto da bandeirola de canto, a defesa grega ficou a ver Soo Lee surgir e empurrar a bola para dentro das redes.

Depois desse golo, apenas a Coreia do Sul teve hipóteses de ampliar a vantagem, numa bela jogada de contra ataque: aos 28 minutos, um passe milimétrico de Park antes do meio-campo lançou Chu-Young Park, mas o avançado rematou para grande defesa de Tzorvas.

A única grande oportunidade da selecção helénica, campeã da Europa em 2004, depois de eliminar Portugal, surgiu aos dois minutos, depois de um canto do ex-benfiquista Karagounis, mas Toresidis atirou ao lado.

A segunda parte só veio confirmar a supremacia dos asiáticos neste encontro, perante uma selecção grega incapaz de construir situações de perigo. Os sul-coreanos, como já se tinha falado, são extremamente rápidos e, sem um futebol espectáculo, mostraram estar muito concentrados e “alinhados”. O jogo pelas laterais é imagem de marca, aliado a uma velocidade e precisão de passe muito boas.

E foi desta forma, simples, que a estrela da equipa, Ji- Sung Park ampliou a vantagem, num contra-ataque rápido. Na cara do guarda-redes, não desperdiçou.

Aos 81’, Gekas rematou de longe, a bola ainda embateu num jogador sul-coreano, mas Ryong brilhou, numa grande defesa.

A Coreia do Sul é a primeira selecção a vencer neste Mundial, depois dos empates de sexta-feira entre África do Sul e México e entre a França e o Uruguai.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.