Aos 52 minutos, Deco lançou o atleta nascido na Venezuela há 26 anos e este contornou Lama e atirou para a baliza deserta, levando o Wanderers Stadium à loucura.

O suplente Hugo Almeida (75 e 83 minutos) marcou os dois outros golos do triunfo luso.

Na 11.ª internacionalização por Portugal, o médio ofensivo do Zenit S. Petersburgo apontou, assim, o seu segundo golo ao serviço da seleção, depois de ter facturado na goleada sofrida no Brasil (2-6, a 19 de Novembro de 2008).

Na contabilidade da selecção “AA”, Pauleta continua a ser o melhor marcador da história, com 47 golos em 88 jogos, enquanto Simão é o mais produtivo dos 23 eleitos para o Mundial de 2010, com 23 tentos em 81 jogos.

Alberto Augusto apontou o primeiro golo da história lusa, na derrota 3-1 com a Espanha, em 1921, enquanto Nani, que hoje saiu da lista oficial do Mundial2010 devido a lesão, tinha apontado o 799.º, a 01 de Junho, na Covilhã frente aos Camarões (3-1).

Nos 500 jogos disputados, a formação das “quinas” venceu 229, empatou 115 e perdeu 156, sendo que 249 golos foram em jogos particulares e 253 em oficiais.

- Os golos históricos da selecção portuguesa:

001  ALBERTO AUGUSTO (Benfica), 75 minutos (1-3 gp)
 (18/12/21, jogo 1, Espanha (F), 1-3, particular, Madrid)
      
100  ALBANO Pereira (Sporting), 29 minutos (2-2)
 (21/05/50, jogo 67, Escócia (C), 2-2, particular, Lisboa)
200  JOSÉ TORRES (Benfica), 64 minutos (3-0)
 (26/06/66, jogo 137, Uruguai (C), 3-0, particular, Lisboa)
300  Tamagnini NENÉ (Benfica), 30 minutos (1-0)
 (15/11/78, jogo 206, Áustria (F), 2-1, Europeu, Viena)
      
400  RUI ÁGUAS (Benfica), 57 minutos (1-1)
 (29/08/90, jogo 288, RFA (C), 1-1, particular, Lisboa)
      
500  Ricardo SÁ PINTO (Real Sociedad, Esp), 76 minutos (2-1)
 (06/09/98, jogo 357, Hungria (F), 3-1, Europeu, Budapeste)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.