Em declarações em Dar es Salaam, após a goleada frente à Tanzânia (5-1) e antes da viagem de regresso para Joanesburgo, na África do Sul, Dunga referiu ter chegado o tempo para “aperfeiçoar o trabalho”.

“A preparação está a decorrer como previsto. Agora é preciso começar a diminuir o tempo dos treinos e privilegiar a qualidade”, acrescentou o técnico.

Dunga diz ter jogadores para várias “combinações” e soluções para alterar o fio de jogo, consoante as “características do adversário”, durante cada encontro.
Após bater o Zimbabué, por 3-0, na passada quarta feira, o Brasil impôs-se facilmente à Tanzânia com golos de Kaká, Robinho e do benfiquista Ramires.

Em jeito de balanço, Dunga considerou os dois encontros como “bons jogos, frente a equipa rápidas que, apesar de não serem muito evoluídas tecnicamente, foram voluntariosas e capazes de criar perigo”.

O Brasil estreia-se no Grupo G do Mundial da África do Sul frente à Coreia do Norte, na próxima terça feira (15 Junho), antes de defrontar a Costa do Marfim (20 Junho) e Portugal (25 Junho).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.