O seleccionador do Brasil, que discute hoje com o Chile, a partir das 19:30, uma vaga nos quartos de final do Mundial2010, manifestou-se contra o recurso às tecnologias no futebol, para defender o... emprego.

“O futebol é polémica, debate. Se tudo for perfeito, não haverá nada para discutir. Vocês (jornalistas) perderão o emprego, porque não terão polémicas para discutir e nós teremos que ir para casa, porque não haverá nada para melhorar”, disse Dunga.

Desafiado a comentar o golo não validado à Inglaterra no jogo de domingo com a Alemanha (4-1 para os germânicos, nos oitavos de final), o técnico brasileiro recorreu às mesmas tecnologias para explicar que as tecnologias de hoje também podem desvirtuar a realidade.

“Se mostrássemos só as imagens dos bons momentos da selecção brasileira actual, os adeptos pensariam que éramos uma equipa espectacular. Mas hoje transmitem-se tanto os momentos maus como os bons. Se nos recordarmos das tão famosas equipas do passado, veremos que cometeram os mesmos erros”, comparou o treinador brasileiro.

Para Dunga, foi também a tecnologia que condicionou a opinião dos adeptos através de gerações, citando como exemplo os registos televisivos do Mundial70, no México, que mostram “uma selecção brasileira perfeita”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.