Liedson naturalizou-se português para poder jogar por Portugal no Mundial 2010 e a sorte ditou que encontraria o Brasil logo na fase de grupos. O avançado não se mostra assustado:

“Estou feliz por apanhar o Brasil nesta fase. Não é um grupo da morte e até é acessível”, referiu confiante o jogador do Sporting.

O facto de Portugal apenas enfrentar a selecção canarinha no último dos três jogos desta fase de grupos é, para Liedson, “vantajoso”, pondo no entanto em ênfase que Portugal é candidato à fase seguinte.

“Estamos preparados”, concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.