Jean-Pierre Escalettes anunciou hoje em comunicado a sua demissão do cargo de presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), com efeitos a partir de 2 de Julho.

“Após um fim-de-semana de reflexão, durante o qual consultei os meus colegas eleitos e os colaboradores mais próximos, considerei que era meu dever demitir-me do cargo”, refere Escalettes no comunicado.

Escalettes afirma que “vai remeter a decisão ao Conselho Federal de 2 de Julho” e acrescenta: “Estarei à disposição de todos para analisar as razões do fracasso da participação francesa no Mundial da África do Sul”.

A demissão de Escalettes tornou-se quase inevitável depois do fracasso da selecção francesa no Mundial – eliminada na fase de grupos com um empate e duas derrotas – e do incidente com Anelka, que levou os jogadores a decidirem não treinar.

A ministra francesa do Desporto, Roselyne Bachelot, afirmou na quarta-feira, após a derrota com a África do Sul (1-2), que a demissão de Jean-Pierre Escalettes “era inevitável”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.