A Eslovénia quer esquecer no Mundial de futebol de 2010, na África do Sul, as três derrotas registadas em 2002 e a Argélia “dar tudo por tudo em nome do país”, garantiram hoje os respectivos seleccionadores.

As duas equipas defrontam-se domingo, na estreia de ambas no grupo C do primeiro campeonato do Mundo em solo africano.
“Agora, não há espaço para medos ou agonias. Vamos jogar pelo nosso orgulho”, disse o seleccionador da Eslovénia, Matjaz Kek.

O técnico esloveno garantiu uma “equipa pronta” e disse que a preparação para o primeiro jogo “decorreu como estava previamente delineada”.

“Cada Mundial é um novo desafio e eu sinto que a minha equipa está motivada para fazer um bom torneio”, sintetizou.

Pela Argélia, o seleccionador Rabah Saadane garantiu “total confiança” para a estreia no Mundial2010, depois da participação nos torneios de 1982, em Espanha, e 1986, no México.

“Não temos nada a perder, mas sim muito a ganhar. Vamos dar 100 por cento em todos os jogos e, quando terminar a fase de grupos, logo veremos o que valemos e o que conseguimos aprender”, explicou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.