Tal como o capitão de equipa Ji Sung Park, o seleccionador sul-coreano sublinhou a importância de a equipa ter conseguido ultrapassar pela primeira vez a fase de grupos de um Mundial longe de casa.

“É a primeira vez que conseguimos este objectivo fora de casa e estou muito contente pelos meus jogadores. Fizeram um grande trabalho e estou muito orgulhoso pelo que conseguimos.”

Jung Moo Huh revelou que foi difícil estar em desvantagem e lamentou ter cedido o empate quando tinha o jogo controlado.

Num balanço da competição, analisou como positiva a prestação das equipas asiáticas embora assuma que há muito por fazer.

“O futebol asiático está a sair-se muito bem e estamos mais próximo do nível internacional. Mas temos de continuar a trabalhar nesse caminho.”

O próximo adversário da Coreia do Sul é o vencedor do grupo A, o Uruguai, e Jung Moo Huh deixou elogios aos sul-americanos mas avançou que quer ir mais longe neste Mundial.

“É uma equipa muito forte e têm jogadores muito fortes. Mas os nossos jogadores também vão estar bem preparados e não nos contentamos em chegar somente a esta fase. Queremos passar aos quartos-de-final e para isso temos de reduzir o número de pequenos erros e estar concentrados na defesa.”

Recusou-se a eleger favoritos e preferiu dizer que se trata de um jogo de 50-50.

“A fase de grupos foi a mais difícil e esse jogo vai depender de quem estiver melhor nesse dia”, terminou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.