Segundo a FPF, houve “uma disparidade na amostragem dos cartões, uma vez que o jogador africano, que rasteirou e agrediu o jogador português, foi advertido com cartão amarelo e o jogador português, que apenas tentou afastar-se da situação, foi igualmente admoestado”.

Aos 20 minutos de jogo, Demel desarmou Cristiano Ronaldo e, em seguida, ambos se desentenderam. O árbitro uruguaio Jorge Larrionda, que decidiu não ter havido falta do jogador costa-marfinense, optou por mostrar cartão amarelo aos dois atletas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.