"Não há comentários sobre as decisões dos árbitros no terreno de jogo", refere um comunicado da FIFA.

No Alemanha-Inglaterra, o árbitro uruguaio Jorge Larrionda não concedeu golo ao inglês Frank Lampard, apesar de a bola ter ultrapassado claramente a linha de baliza.

Se o golo fosse considerado, a Inglaterra igualaria 2-2 no marcador, que terminou com 4-1 a favor dos alemães.

Mais tarde, no embate entre Argentina e México, o árbitro italiano Roberto Rosetti validou o golo ao argentino Carlos Tevez, em clara posição irregular.

Face aos protestos dos mexicanos, Rosetti consultou o assistente, após o qual manteve a decisão inicial.

O secretário geral da FIFA, Jerome Valcke, afirmou sábado está a ser estudada a introdução de novos assistentes o árbitro principal, à semelhança do que foi ensaiado pela UEFA na Liga Europa.

No entanto, Valcke descartou a possibilidade da utilização de novas tecnologias como meio auxiliar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.