“Vamos jogar com o país anfitrião, que terá todo o apoio do público, mas nesses jogos, quando há mais pressão, é quando se vêem os verdadeiros jogadores”, afirmou o jogador, que não alinhou no jogo de estreia (0-0, com a França), mas deve ser titular frente aos Bafana Bafana.

Segundo o defesa do FC Porto, o “segredo” para conseguir um bom resultado frente à África do Sul é a posse de bola.

“Tendo a bola, controlas o jogo e correr menos. Além disso esperamos estar bem no ataque, que foi o que mais faltou para conseguir marcar frente à França”.

Após a primeira jornada, todas as equipas do grupo A têm um ponto, pois além do empate entre Uruguai e França, o encontro entre a África do Sul e o México terminou com uma igualdade a um golo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.