Sites para assistir a jogos em directo, sem qualquer pagamento adicional a não ser o custo da Internet, proliferam e começam a ser cada vez mais usados.

Se antes para assistir ao jogo do clube favorito num canal de sinal fechado a escolha recaia na casa de um amigo que tivesse subscrição ou no café mais próximo, nos tempos que correm, há quem opte por um computador com ligação à Internet.

Numa procura simples em qualquer motor de busca é possível encontrar dezenas destes links, mas o conhecimento da sua existência, segundo disseram à Lusa dois utilizadores, surge na maioria das vezes do “passa a palavra” entre amigos.

Na falta de um ecrã de televisão há quem escolha esta solução para não perder os jogos do mundial, em especial os da selecção portuguesa.

Miguel, 35 anos, é um deles.

Em declarações à Lusa explicou que soube da existência destes sites há cerca de um ano através de amigos e que desde então os usa sempre que está fora de casa, embora prefira assistir a um jogo de futebol ou no estádio ou através de um ecrã de televisão.

“De preferência gosto de ver na televisão mas quando não é possível vejo no portátil. Em casa tenho a Sport TV e por isso só uso esse sistema quando estou fora”, disse.

Paulo, 40 anos, é outro dos utilizadores destes sites. O último jogo de Portugal no Mundial de 2010 foi, segundo disse à Lusa, visto no trabalho através deste sistema, mas usando Internet própria.

“Através da Internet das empresas não é possível aceder. Tem de ser através da Internet móvel pessoal”, disse adiantando que em alguns sites é necessário instalar um programa para que as imagens possam ser vistas com clareza.

Por vezes, explicou, há cortes e o que se vê não tem a mesma qualidade de uma transmissão oficial mas dá para acompanhar o essencial.

Os canais com direitos de transmissão estão a par do fenómeno, encaminhando o assunto para os respectivos serviços jurídicos, mas não existem números disponíveis sobre os casos encontrados.

A Sport Tv, por exemplo, está a par desta situação mas no caso do mundial de futebol é à FIFA que cabe verificar estas situações como detentora dos direitos de transmissão, como explicou à Lusa o gabinete de relações públicas da empresa.

Em casa, no jardim, no trabalho, através de um ecrã de televisão ou de um ecrã de computador com o uso deste sistema a verdade é que hoje muitos portugueses estarão atentos à prestação da selecção nacional que joga na Cidade do Cabo com a Coreia do Norte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.