A equipa da Oceânia entrou no jogo praticamente a vencer. Com apenas seis minutos jogados, Smeltz bateu o guarda-redes italiano, Machetti.

A Itália respondeu de pronto por Montolivo mas o remate saiu por cima da baliza neo-zelandesa.

Como se esperava, a selecção orientada por Marcelo Lippi assumiu o comando do jogo e foi atrás do prejuízo, mas nem sempre mostrou arte e engenho para o fazer.

Foi só na marcação de uma grande penalidade que a Itália conseguiu chegar ao empate. Smith travou De Rossi ao minuto 27 e o árbitro Carlos Batres não teve dúvidas, apontando para a zona da cobrança do castigo máximo.

Aí, Iaquinta não falhou e restabeleceu o empate inicial. Foi com este resultado que se chegou ao intervalo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.