O golo da equipa japonesa surgiu ao minuto 38, na sequência de uma cruzamento da direita de Matsui e Honda, perto do segundo poste, controlou a bola e rematou para dentro da baliza de Souleymanou.

No entanto, apesar do golo e vantagem japonesa, assistiu-se a uma primeira parte equilibrada, com os Camarões a conseguirem criar mais perigo perto da área japonesa.

Nos primeiros quinze minutos não se viu um remate à baliza. A equipa do Japão, com um sector defensivo sólido, jogou quase sempre em contra-golpe.

Na equipa africana, comandada pelo técnico Paul Le Guen, o lance de maior perigo foi da autoria de Eyong ao minuto 37. O internacional do Tottenham tem sido dos mais activos em toda a primeira parte.

O segundo encontro do Grupo E está a ser arbitrado pelo português Olegário Benquerença e o leiriense esteve muito activo durante os primeiros quarenta e cinco minutos assinalando muitas faltas.

O Estádio Free Stat, em Bloemfontein, tem capacidade para 45 mil pessoas, mas as bancadas estão longe de estarem preenchidas.

No primeiro jogo do grupo, a Holanda venceu a Dinamarca por 2-0.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.