O treinador sueco Lars Lagerback referiu não ter visto o que se passou com Kaita e o que levou à expulsão, mas disse ser “lamentável” que não se possa falar com os árbitros no final do jogo.

“É claro que a exclusão do meu jogador mudou o jogo. Todos os que sabem de futebol têm a noção que jogar 10 contra 11 durante uma hora é extremamente difícil”, acrescentou.

O técnico referiu-se ao lance da expulsão como “um verdadeiro dano” para a sua equipa, que, na altura, controlava o encontro e liderava por 1-0.

“Duas derrotas num mini torneio de três jogos é catastrófico, mas vamos jogar com as hipóteses, mesmo que sejam mínimas”, concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.