A FIFA congratulou-se hoje pela diminuição do número de lesões em jogo no Mundial de futebol da África do Sul2010, quando comparado com edições anteriores da competição.

“Em 2002, o número [médio] de lesões foi de 2,7 por jogo. Em 2006 foi de 2,3. E este ano, até ao momento, é de 2,0 por jogo”, declarou o professor Jiri Dvorak, responsável pelo sector médico da FIFA.

Para aquele clínico, esta evolução positiva é em parte devida a “uma melhor preparação e uma melhor prevenção, o que se comprova pelo facto de o número de lesões sem contacto ter claramente diminuído, e em parte a uma melhoria do ‘fair play’ na competição”.

Acrescentou que, além disso, os árbitros não hesitam em sancionar com advertência ou expulsão todos os gestos julgados perigosos para a integridade física do adversário.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.