O ex-presidente Nélson Mandela, acompanhado pela esposa Graça Machel e um grupo de seguranças, deu uma volta ao Estádio Soccer City, palco da final do Mundial 2010, para saudar os milhares de adeptos presentes nas bancadas.

Madiba, como é afectuosamente conhecido na África do Sul, deu uma volta ao estádio na parte de trás de um veículo móvel para gáudio dos milhares de fãs. Sempre com um sorriso no rosto, mas visivelmente cansado, Nélson Mandela inscreveu o seu nome mais uma vez na história da África do Sul ao estar presente na final do Mundial 2010.

Nélson Mandela celebra o seu 92.º aniversário do próximo domingo, 18 de Julho, e tem apresentado nas mais recentes aparições públicas estar muito fragilizado fisicamente.

Nos últimos dias a polémica sobre a sua comparência na final do primeiro Mundial de futebol realizado em solo africano, muito em resultado da sua influência mundial, tem sido tema permanente na comunicação social, com um dos netos do estadista a acusar hoje a FIFA de ter colocado “enorme pressão” sobre Nelson Mandela para que esteja presente no estádio de Soccer City.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.