Maradona assegurou esta quarta-feira que vai ignorar as declarações de Michel Platini, em que o ex-astro francês considerou com ironia que o seleccionador argentino, “como técnico é um grande jogador”.

"Platini não me surpreende (...). Sempre tive uma relação distante, sabemos como são os franceses e Platini é francês, acham que são superiores. Nunca lhe dei 'bola' e acho que nunca darei", disse o treinador em conferência de imprensa.

Platini, em declarações ao jornal Estado de São Paulo, afirmou que Maradona "como técnico é um grande jogador. Na realidade, ele tem pouco tempo como treinador. E a sua campanha não foi boa na fase de qualificação para o Mundial".

Em relação a Pelé, que acusou Maradona de ter aceitado o cargo de seleccionador da Argentina por falta de dinheiro, Maradona mandou o ex-internacional brasileiro “para o museu”.

"Pelé, volte para o museu", disse brevemente o treinador argentino, esta quarta-feira, antes de se atirar à estrela francesa.

Maradona fez as declarações no estádio Loftus Versfeld na véspera do jogo com a Coreia do Sul, em jogo a contar para a segunda jornada do Grupo B. Ambas equipas totalizam três pontos cada, com a vantagem no saldo de golos para os asiáticos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.