"Vimos a equipa a jogar, avaliámos os jogadores, antecipámos o que pode vir aí, mas queremos continuar concentrados e continuar a jogar desta forma. Queremos seguir este caminho. Não queremos pensar muito nos possíveis adversários ou noutras equipas que poderemos enfrentar mais à frente [na competição]», disse o seleccionador da Argentina, em entrevista ao site da FIFA.

"É preciso haver uma certa competição entre os jogadores para que trabalhemos em equipa, em vez de estar preocupado com os adversários", sublinhou.

Depois das críticas e polémica em torno do seleccionador no apuramento para o Mundial, o ex-jogador do futebol vive agora o reconhecimento: "Não sei em que medida cresci como treinador, mas se isso aconteceu, cabe aos jogadores dizer. A verdade é que quando se tem uma equipa sensacional como esta, torna-se fácil", rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.