O alemão Otto Rehhagel, seleccionador grego de futebol, minimizou hoje a inferioridade numérica da Nigéria, desde cedo com menos um jogador em Bloemfontein, na África do Sul, lembrando que já viu equipas perderem contra 10.

Em encontro da segunda jornada do Grupo B do Mundial2010, a Grécia virou uma desvantagem de 1-0 e venceu por 2-1, num embate em que o nigeriano Sani Kaita foi expulso aos 33 minutos, por agressão a um adversário.

“Jogámos uma hora em superioridade numérica, mas já vi equipas perderem jogos nessa situação”, referiu Rehhagel.

O técnico, que conduziu a Grécia ao título europeu em 2004, referiu também que os gregos voltaram a entrar mal, sofrendo um golo que resultou de uma falta de atenção, o que começou por tirar confiança à equipa.

“O essencial era não sofrer um segundo golo e, pouco a pouco, recuperar o controlo do jogo, com o nosso entusiasmo. Vamos ver como será com a Argentina, que é uma equipa de classe mundial e, sem dúvida, melhor do que nós”, afirmou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.