"Michel Platini teve alta esta manhã. Os exames médicos a que foi submetido não detectaram nenhuma anormalidade e Platini deseja assistir amanhã à final do Mundial no Estádio Soccer City", afirmam a FIFA e a UEFA numa nota conjunta.

Os exames médicos realizados ao presidente da UEFA, Michel Platini, após a sua indisposição de sexta-feira à noite em Joanesburgo, não mostraram “qualquer sinal de ataque cardíaco”, indicou a Federação Internacional de futebol (FIFA) num comunicado anterior.

“Michel Platini, presidente da UEFA, sentiu uma indisposição esta noite (sexta- feira) na sequência de sintomas gripais dos dias anteriores. Foi hospitalizado para exames. Contrariamente ao que indicam certos meios de comunicação social, não foi detectado qualquer sinal de ataque cardíaco. Platini será mantido em observação por medida de precaução”, precisou a FIFA.

O antigo internacional e seleccionador francês, Michel Platini, presidente da UEFA foi vítima de uma indisposição na sexta-feira à noite enquanto jantava num restaurante de Joanesburgo a dois dias da final do campeonato do Mundo de futebol entre a Holanda e a Espanha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.