O presidente da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Joseph Blatter, considerou hoje que a África provou que podia organizar um Campeonato do Mundo.

“A África merece os nossos cumprimentos: ela provou que podia organizar um tal acontecimento, tratava-se de acreditar e ter confiança, nós acreditamos e eles fizeram bem”, afirmou o presidente da FIFA na conferência de imprensa de encerramento do Mundial da África do Sul2010.

Joseph Blatter dirigiu “um enorme cumprimento à África do Sul, ao povo sul-africano e ao governo pelas garantias que deram, ao comité local de organização (LOC), dirigido por Irvine Khoza e Danny Jordaan, aos responsáveis pela segurança e à formidável hospitalidade de todas as pessoas da África do Sul”.

O êxito [do Mundial] e os cumprimentos vão para a África do Sul, não para a FIFA, observou, dando nota 9 numa escala de 10 à organização do Mundial 2010.

Blatter prestou homenagem ao ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, o homem que – garantiu – trouxe o Mundial para a África do Sul, “uma pessoa que quando saiu da prisão pediu paz, compreensão e generosidade para o país”.

“Ele disse-nos há anos que tinha um sonho: que o Mundial viesse para a África do Sul. Foi ele quem o trouxe. Na cerimónia de abertura não pode estar presente porque tinha morrido recentemente a bisneta mas ontem [domingo] no encerramento, a sua presença foi um momento muito especial”, garantiu o presidente da FIFA.

Joseph Blatter felicitou a Espanha, vencedora da competição, porque se viu o campeão fazer um futebol de qualidade, mas manifestou “preocupação pela dureza que se registou na final Holanda-Espanha”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.