Ruben Amorim estava na lista dos pré-convocados para o Mundial de futebol na África do Sul, mas após a divulgação dos 23 eleitos por Carlos Queiroz não esperava este volte-face.

Agora que está na África do Sul, Ruben Amorim revela que não podia ter sido melhor recebido e deixou um agradecimento especial a Nani: “É um jogador muito alegre. Depois de saber que ia falhar o Mundial, a primeira coisa que fez foi brincar comigo e dar-me as boas-vindas. Isso revela bem o carácter dele”.

E se como isso não chegasse, o jogador encarnado tem ainda na selecção o colega Fábio Coentrão, que, segundo Ruben Amorim, “vale por dois, pois fala pelos cotovelos”.

O internacional português foi chamado para substituir o extremo Nani. O jogador do Benfica sublinha que é médio, mas que irá jogar onde o seleccionador nacional quiser: “Eu nunca escondi a minha preferência porque tenho noção onde jogo melhor, mas já mostrei no Benfica que posso jogar em qualquer posição. O seleccionador Carlos Queiroz sabe que não tenho as características de Nani mas ele é que sabe onde poderei ajudar mais”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.