“Sabia que só ia ficar quatro anos”, disse Dunga em conferência de imprensa.

Dunga evitou criticar Felipe Melo, autor de um golo na própria baliza e ainda expulso durante o jogo, e praticamente despediu-se da selecção.

“Estou orgulhoso por ter estado à frente deste grupo durante os últimos quatro anos”, afirmou ainda.

O avançado Wesley Sneijder, autor do golo da vitória da Holanda, reconheceu que após o intervalo a equipa surgiu melhor e garantiu estar a viver um “momento fantástico”.

“Vencemos o Brasil e estamos nas meias-finais. É um momento fantástico. Nunca deixámos de lutar e merecemos completamente esta vitória”, explicou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.