“Para o presidente da república, receber um futebolista é mais importante do que a situação de 3000 milhões de pobres nos países em desenvolvimento. É um sinal muito mau para a política de cooperação da França”, indignou-se Jean-Louis Vielajus, presidente da Coordenação do Sul, que agrega as ONG francesas de solidariedade internacional.

Aquelas ONG decidiram recusar uma reunião com membros do governo em substituição da reunião prevista com o presidente da França, que deverá se encontrar com Thierry Henry, um dos capitães da selecção gaulesa, vice-campeã do Mundo e que foi prematuramente eliminada do Mundial da África do Sul.

As ONG foram inicialmente “convidadas pelo presidente Nicolas Sarkozy para, às 11:00 de hoje (10:00 em Lisboa), debater as posições francesas no G8 e no G20”, reuniões que se realizam este fim-de-semana em Toronto (Canadá), indicou Vielajus.

Na quarta-feira, “foram informadas de que essa reunião se realizaria realmente com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Bernard Kouchner, e com o secretário de Estado da Cooperação, Alain Joyandet, porque a agenda do presidente estava demasiado carregada para as receber. Os responsáveis das ONG obviamente aceitaram esta mudança de formato”, acrescentou.

“As ONG souberam depois que o presidente Sarkozy receberá na quinta feira de manhã Thierry Henry. Ao tomarem conhecimento dessa ordem de prioridades, as ONG de desenvolvimento decidiram não participar na reunião com os senhores Kouchner e Joyandet”, sublinhou o presidente da Coordenação do Sul.

Nicolas Sarkozy deve receber, “a seu pedido”, o avançado da equipa de futebol francesa Thierry Henry, de regresso da África do Sul, na sequência do fracasso da selecção de futebol do país no Mundial.

Na quarta-feira, Sarkozy presidiu a uma reunião de trabalho sobre a derrota da equipa francesa de futebol com os ministros envolvidos, marcando a sua vontade de tomar em mãos o dossier do futebol francês.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.