“O mínimo que Portugal pode ambicionar é estar entre as quatro melhores, muito pela equipa que possui. Depois de terems ido segundos no Euro2004 e quartos no último Mundial, podem bem sonhar com algo mais”, disse Scolari, com quem a Selecção atingiu estas marcas históricas.

O treinador brasileiro, actualmente no Uzbequistão, admitiu que vai assistir ao Brasil-Portugal, último encontro da fase de grupos, com “grande emoção”, mas aposta na selecção brasileira para a conquista do título.

“Tenho a certeza absoluta que o Brasil e Portugal vão chegar já qualificados ao último jogo. Com ambos apurados não é preciso torcer nem por um nem por outro. No entanto, acredito piamente que o Brasil estará na final e vencerá. E digo isto por aquilo que me dizem alguns jogadores e pessoas da comissão técnica do Dunga. O ambiente é muito parecido com o da selecção de 2002”, disse o técnico, que nessa altura era seleccionador dos “canarinhos”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.