Sem uma exibição de luxo, a Holanda venceu a Dinamarca, por 2-0, no jogo inaugural do Grupo E. Com os escandinavos a jogar no contra-ataque, a bola esteve mais vezes na posse dos holandeses, que conseguiram materializar em golos, com alguma sorte pelo meio.

Na primeira parte, boas ocasiões para ambos os lados, com Bendtner a tentar fazer “as despesas da casa” para a Dinamarca. Aos 27 minutos, falhou o cabeceamento e aos 38’, num bom contra-ataque, lançado por Kahlenberg, obrigou o guardião holandês a boa defesa.

As mesmas oportunidades teve a Holanda: os 10’, Kuyt num remate de longe obrigou Sorensen a aplicar-se. Volvidos 10 minutos, seria Van der Vaart, no coração da área, a rematar forte, com a bola a embater num defesa dinamarquês e a sair.

A abrir a segunda parte, Simon Poulsen, com azar, colocou a bola na própria baliza. Van Persie cruzou na esquerda e Poulsen, pressionado por Kuyt e com Sorensen fora da baliza, tentou cortar de cabeça, a bola ainda bateu em Agger, estando feito o primeiro golo a favor da Holanda.

O segundo golo surgiu aos 85’, por Kuyt. Boa abertura de Sneijder para Elia, na esquerda, que remata forte ao poste e Kuyt na recarga não perdoou.

Mesmo a fechar, a Holanda podia ter ampliado a vantagem por Afellay, após saída em falso de Sorensen. Valeu o “senhor auto-golo” a cortar no limite.

A Holanda lidera o Grupo E, provisoriamente, já que esta tarde joga-se o segundo jogo deste grupo, entre Japão e Camarões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.