Depois da desastrosa e polémica participação no Mundial 2010, o internacional francês anunciou que não tenciona voltar a representar os bleus.

“O jogo com a África do Sul foi o meu último pela selecção. Curiosamente, o meu primeiro jogo foi também frente à África do Sul”, disse o jogador que este ano deixou o Barcelona e ruma aos New York Red Bulls.

Henry sai de cena como o maior goleador de sempre da selecção de França, com 51 golos em 123 jogos, e confidenciou que a decisão de abandonar a selecção já estava tomada antes do Mundial na África do Sul:

“Não podia anunciar de antemão porque não é uma coisa que se faça antes de um Mundial”, explicou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.