A empresa responsável pela construção da Arena de São Paulo, onde se realizará o jogo inaugural do Mundial2014 de futebol, a 12 de junho, entregou hoje o estádio ao Corinthians, ainda antes de os trabalhos estarem concluídos.
O estádio, popularmente designado por "Itaquerão", o nome do bairro onde está localizado, vai ser entregue à FIFA no próximo dia 20 de maio, a menos de um mês do pontapé de saída do Mundial (12 de junho a 13 de julho).
"A emoção que estamos a sentir é muito grande. Com este ato simbólico, o Corinthians recebe do construtor Odebrecht a sua casa. O clube vai pagar estes trabalhos", declarou o presidente da formação brasileira, Mario Gobbi.
O presidente do Corinthians alertou, contudo, que ainda faltam "algumas semanas de trabalho" para a conclusão do estádio.
A primeira partida oficial no Itaquerão está agendada para 17 de maio, quando o Corinthians receber o Figuerense, no campeonato brasileiro.
A data inicial de entrega do estádio para o Mundial do Brasil foi fixada inicialmente pela FIFA em 31 de dezembro de 2013.
Em São Paulo, a morte de dois operários em novembro passado e de um outro em março provocou um atraso na conclusão dos trabalhos, que estiveram suspensos no decurso de um inquérito e para reforçar a segurança.
Três outros estádios de acolhimento do Mundial de futebol do Brasil, Porto Alegre, Curitiba e Cuiaba, estão ainda sujeitos a trabalhos de finalização.
O antigo dirigente do Corinthians e responsável do clube pela infraestrutura, Andres Sanchez, indicou que a Arena de São Paulo terá custado entre 920 e 950 milhões de reais (entre 280 e 308 milhões de euros), um acréscimo de 14 a 18 por cento em relação ao orçamento inicial.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.