A humilhação do Brasil sofrida às mãos da Alemanha nas meias-finais do Campeonato do Mundo podia ter sido pior. Apesar dos 7-1 finais, a Alemanha acalmou o seu jogo na 2.ª parte para não humilhar completamente o Brasil. A revelação é feita pelo defesa do Borussia Dortmund Mats Hummels.

Em entrevista para o jornal inglês Daily Mirror, o central confirmou que, ao intervalo, os alemães fizeram um pacto para diminuir a intensidade do jogo. O objetivo era evitar que a seleção anfitriã fosse completamente humilhada perante os seus adeptos.

“Ficou bem claro que teríamos de continuar concentrados, jogar de forma séria e não procurar humilhar a seleção brasileira. Quando se está em campo, temos de mostrar respeito pelo adversário e foi muito importante que assim tenha sido, sem embarcar em brincadeiras ou algo do género", confessou o alemão.

Ao intervalo, a seleção canarinha perdia por 5-0. Na segunda parte, os alemães, num ritmo mais baixo, marcaram mais dois golos por intermédio de Andre Schurle. Oscar marcou o golo de honra brasileiro já nos descontos.

Apesar da diminuição do ritmo e do maior controlo alemão, Mats Hummels pode estar de fora da final. O defesa alemão lesionou-se na perna e teve de ser substituído por Mertsacker ao intervalo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.