Portugal teve na madrugada deste sábado o seu segundo teste de preparação para o Mundial, novamente sem Ronaldo, e alcançou um triunfo graças a um cabeceamento de Bruno Alves aos 92 minutos.

Do primeiro jogo com a Grécia para este notaram-se algumas mudanças. Em primeira instância, a seleção teve hoje pela frente uma adversário muito mais atrevido, à assumir a iniciativa de jogo, e a dividir o protagonismo.

 Depois, Paulo Bento optou durante os 90 minutos pelo sistema tático 4x3x3, deixando de lado o 4x4x2 que havia introduzido no jogo anterior com Hélder Postiga e Éder na frente. Quanto às escolhas na equipa titular, o selecionador fez quatro alterações face ao último encontro. Saíram Ricardo Costa, Varela, Postiga e William Carvalho, e entraram Neto, Vierinha, João Moutinho e Fábio Coentrão que, pela primeira vez, ocupou o lugar de médio interior esquerdo.

Quanto ao jogo propriamente dito, na primeira parte Portugal e México dividiram as incidências do jogo, contudo a equipa das quinas teve oportunidades mais flagrantes de golo com Éder em evidência, mostrando que está neste momento a ganhar a corrida a Hélder Postiga e Hugo Almeida na frente de ataque.

Na segunda parte coube ao México controlar as operações Por várias vezes Guardado e Herrera estiveram cara a cara com Eduardo, mas o guarda-redes saiu-se sempre melhor.

Quando já todos esperavam o apito final, eis que Bruno Alves subiu mais alto que os adversários e marcou um belo golo de cabeça, depois da cobrança de um livre por João Moutinho. 

Portugal regressa ainda este sábado de madrugada a New Jersey onde irá estagiar até dia 10 junho, dia em que fará o seu último jogo particular, desta feita diante da Irlanda, antes de partir para o Brasil.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto