Léo saiu em janeiro de 2009 do Benfica num episódio com contornos muito particulares. Depois de ter renovado com o clube encarnado por mais duas épocas em 2008, acabou por rumar ao Santos no ano seguinte.

Em entrevista ao SAPO Desporto, Léo confessa que a má relação com Quique Flores, e a doença da sua mãe estiveram na base desta tomada de decisão.

O lateral esquerdo elogia ainda o trabalho feito por Jorge Jesus nos últimos anos, treinador que começou a admirar quando este orientavao SC Braga.


Veja AQUI o segundo vídeo desta entrevista inserida na rubrica do SAPO Desporto “Um Oceano de Histórias”, um projeto que o vai levar até ao Mundial 2014, no Brasil.