A FIFA anunciou hoje ter multado a Federação de Futebol do Qatar, depois de vários jogadores da seleção daquele país terem quebrado as regras de mensagens políticas ao vestirem camisolas do Emir Sheikh Tamim.

O uso das camisolas ocorreu durante a vitória por 3-2 sobre a Coreia do Sul, a 13 de junho, na qualificação para o Mundial2018, quando os jogadores do país que vai receber o campeonato de 2022 aqueceram com ‘t-shirts’ brancas com uma imagem do emir.

O incidente insere-se numa disputa com os ‘rivais’ regionais Arábia Saudita, Bahrain e Emirados Árabes Unidos, com a FIFA a considerar as imagens “políticas” para os espetadores

Em comunicado, o organismo de cúpula do futebol mundial adiantou que o painel disciplinar impôs uma multa de 50 mil francos suíços (cerca de 44 mil euros) e uma reprimenda ao Qatar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.