A Arábia Saudita complicou hoje o seu apuramento na zona asiática do Mundial de futebol, ao perder por 2-1 nos Emirados Árabes Unidos, seleção que por sua vez 'reentra' na luta pela qualificação.

Em Al Ain, o grupo B fica assim mais 'complicado', com os Emirados agora claramente com pretensões em chegar ao terceiro lugar, que dá o direito a jogar um 'play-off' com o terceiro do grupo A - os dois primeiros de cada grupo têm apuramento direto.

O jogo, da nona e penúltima jornada, deixa os Emirados com 13 pontos, no quarto lugar, a dois de Austrália e Arábia Saudita e a quatro do Japão.

Poderá ser decisivo, na quinta-feira, o Japão-Austrália, já que em caso de vitória os nipónicos asseguram o apuramento. Para os segundo e terceiro lugares - e mesmo para o primeiro lugar, se o Japão não ganhar -, tudo se vai decidir na última ronda.

Hoje, em Al Ain, os Emirados, treinados pelo argentino Edgardo Bauza (campeão da Libertadores com o San Lorenzo), responderam de imediato a uma vantagem inicial da Arábia Saudita, do holandês Bert van Marwijk (campeão holandês e da antiga Taça UEFA - 2002 - com o Feyenoord).

Com efeito, um minuto apenas medeou entre o golo de grande penalidade de Nawaf al Abid (20 minutos) e o empate, de Ali Ahmed Mabkhout (21).

O golo do triunfo apareceu aos 60 e foi apontado por Ahmed Khalil.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.