O árbitro Ovidiu Hategan admitiu que errou ao marcar a grande penalidade que permitiu à Suíça marcar presença no Mundial 2018, na primeira mão do play-off contra a Irlanda do Norte.

Na altura, o juiz romeno considerou que Corry Evans, médio da Irlanda do Norte, tinha jogado a bola com o braço, mas a verdade é que o esférico tinha batido no ombro do jogador. A Suíça acabaria por vencer esse jogo por 1-0, e o nulo na segunda mão confirmou o apuramento dos helvéticos para o Campeonato do Mundo.

"Foi um momento triste e desagradável para mim. Triste porque cometi aquele erro, doloroso porque se não fosse aquilo teríamos feito uma boa exibição. No mundo da arbitragem acontece o mesmo que aos guarda-redes: ficas marcado pelos teus erros", disse Hategan, citado pela AFP.

Certo é que o romeno não faz parte do lote de 36 árbitros principais que vão marcar presença na prova. "É claro que isso teve grande influência. Não é segredo e não vou escondê-lo. Vou ver se consigo ser videoárbitro", disse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.