O avançado egípcio do Liverpool, Mohamed Salah, vai estar apto para representar a seleção do Egipto no Mundial 2018, revelou esta quarta-feira Hani Abu Reda, presidente da Federação Egípcia de Futebol.

Segundo a informação veiculada à agência France Press pelo dirigente federativo egípcio, a recuperação de Mohamed Salah não vai exceder as três semanas, razão pela qual o jogador do Liverpool irá estar apto para jogar no Mundial 2018.

De acordo com Hani Abu Reda, o médico da seleção do Egipto, Mohamed Abul-Ela, esteve em Valência para se reunir com o departamento clínico do Liverpool que acompanha a recuperação de Mohamed Salah, e recebeu a garantia dos médicos ingleses de que o prazo de recuperação do internacional egípcio não vai exceder as três semanas.

Perante esta perspectiva do departamento clínico do Liverpool, Mohamed Salah deverá falhar o jogo inaugural do Mundial 2018 frente ao Uruguai a 15 de junho. No entanto é expectável que Salah possa jogar frente à Rússia a 19 de junho e Arábia Saudita a 25 de junho).

O atleta de 25 anos, que representa os ingleses do Liverpool, magoou-se na final da Liga dos Campeões, perdida no sábado para o Real Madrid (1-3), em Kiev, tendo de abandonar prematuramente o encontro, aos 30 minutos, quando prevalecia ainda o 0-0, após uma falta de Sérgio Ramos.

O atleta deslocou o ombro esquerdo e está a ser submetido a tratamento, evitando assim a hipótese de operação, que o afastaria do Mundial, que se realiza na Rússia entre 14 de junho e 15 de julho.

O Egito estreia-se a 15 de junho no grupo A com o Uruguai, seguem-se jogos com a Rússia a 19 e com a Arábia Saudita a 25.

Os norte-africanos podem surgir no caminho de Portugal nos oitavos de final caso as equipas se classifiquem num dos dois primeiros lugares.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.