O selecionador nacional de Portugal fez esta quinta-feira a antevisão do jogo inaugural no Mundial 2018 diante da Espanha e desvalorizou a saída de Julen Lopetegui do comando técnico a poucos dias do primeiro jogo do Grupo B.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo com Espanha, Fernando Santos reconheceu muita qualidade ao adversário, mas garantiu também que Portugal está pronto para discutir o resultado.

"Óbviamente que um jogo entre Portugal e Espanha é um clássico do futebol porque se trata de dois países que têm muito em comum, a começar pelas fronteiras, o que dá um carácter especial a este jogo. São duas equipa que têm como objetivo seguro vencer, e ambas as equipas têm consciência que o podem fazer. A seleção espanhola tem uma enormíssima qualidade, enormes jogadores e um esquema de jogo que vem de há muitos anos. Procurámos trabalhar as boas competências, mas também as menos valias, porque não há equipas perfeitas, estamos fisicamente preparados e a equipa está confiante numa vitória, sem presunção. Temos qualidade e podemos defrontar qualquer adversário para vencer o jogo", começou por dizer Fernando Santos em declarações na conferência de imprensa de antevisão.

Questionado sobre o facto de Portugal não vencer um jogo inaugural de uma competição internacional desde 2008, o selecionador nacional desvalorizou o registo recente de Portugal, mas admitiu que o objetivo de amanhã passa por vencer a Espanha, naturalmente.

"Já me perguntaram isso várias vezes quando jogámos contra outros países, mas a história é passado e o presente é o jogo de amanhã, que nós obviamente queremos acabar com essa história de não vencer o primeiro jogo. Amanhã vai ser a estreia de Portugal e Espanha, são duas grandes equipas, do lado de lá vai estar o Hierro, que é muito meu amigo, mas não vou desejar-lhe sorte para amanhã, talvez para resto da competição, mas amanhã não. O tudo o resto é acessóro [saída de Lopetegui], o que interessa é o jogo de amanhã em que vão estar duas equipas confiantes de que podem vencer", atirou o selecionador nacional de Portugal.

Em relação ao possível esquema tático, Fernando Santos foi questionado sobre que modelo iria usar amanhã com a Espanha, se iria manter o 4x4x2 ou se regressaria ao 4x3x3. Fernando Santos não quis abrir o jogo e recorreu à lógica para se justificar.

"Quer você saber, mas também o selecionador espanhol vai querer saber [risos]. Se lhe fizeres essa pergunta também...eu assim poderia saber o que ele [Hierro] vai fazer. Ninguém de nós vai entregar o jogo ao outro, gosto da tua pergunta mas não te posso responder", atirou Fernando Santos.

O jogo entre Portugal e Espanha é encarado com grandes expectativas, mas Fernando Santos não alinhou quando lhe perguntaram se seria 'o melhor jogo do Mundial2018'.

"Não sei se será o melhor, tem tudo para ser um grande jogo tem. Vamos ter muito público, um estádio bom, duas equipas boas.Mais de 1500 portugueses estarão aí a apoiar a equipa por isso o espectáculo está à partida assegurado. O primeiro jogo é sempre mais difícil, tem tudo para ser um grande jogo de futebol e só espero que Portugal vença", frisou o técnico português.

Com Cristiano Ronaldo como a grande referência do futebol português a nível internacional, Fernando Santos foi naturalmente questionado pela imprensa espanhola sobre a condição física do capitão de Portugal. Fernando Santos admitiu que Cristiano Ronaldo é um extraordinário capitão, mas afastar o foco individual no internacional português do Real Madrid.

"Cristiano Ronaldo? É um extraordinário jogador, joga em Espanha como vocês [jornalistas espanhóis sabem]. O que posso dizer é que é um extraordinário capitão, quer dentro de campo quer nos treinos, quer nos estágios, mas o nós aqui é que é importantes pois somos a equipa de Portugal", disse Fernando Santos.

"Se estamos em ponto rebuçado? Nunca chegarás a 100 por cento a uma competição destas depois de uma época desgastante. Procurámos trabalhar a nível do treino para estarmos frescos física e mentalmente, a equipa está preparada para defrontar este adverário, sabe o que tem de saber, mas agora temos de ver como é que dentro do jogo em que Espanha vai querer impor o seu jogo, Portugal a responder, vamos ver quem se vai superiorizar. No futebol temos de contar sempre com o adverário, agora vamos descansar", afirmou Fernando Santos sobre a preparação para este jogo depois de uma época desgastante.

Sobre a saída de Lopetegui do comando técnico da seleção espanhola, Fernando Santos frisou que nada vai mudar pois Espanha mantém o mesmo modelo de jogo há uma década.

"Quem vai treinar amanhã é o Hierro, a Espanha joga assim há 10 anos, não espero nenhuma surpresa, o que é importante é a equipa que vai jogar e as estratégias que estão a ser montadas", sentenciou Fernando Santos

O jogo entre Portugal e Espanha está agendado para esta sexta-feira às 19h00 e será apitado pelo italino Gianluca Rocchi.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.