Paul Pogba não esquece a final do Euro 2016 perdida para Portugal, em Paris. A poucos dias da final do Mundial 2018, o médio do Manchester United admite que a França entrou nesse jogo com a confiança absoluta de que iria bater os portugueses e assegura que o mesmo não irá acontecer frente à Croácia.

"Não vamos abordar esta final como a de 2016. Conheço o sabor da derrota e é bem amargo. Chegámos demasiado longe para a deixarmos fugir. No Europeu pensávamos que estava ganho, não vou mentir. Quando vencemos a Alemanha [nas meias-finais], pensámos que íamos vencer a final, depois de vermos os jogos de Portugal. A mentalidade era diferente, agora estamos capacitados, queremos dar tudo para ganhar", explicou Pogba, em conferência de imprensa.

O médio francês garante ainda que a equipa gaulesa não se vê como favorita à conquista do título mundial.

"Não nos vemos como favoritos. Os croatas estavam a perder contra a Inglaterra e nunca se renderam. Jogaram mais 90 minutos do que nós, por causa dos três prolongamentos que disputaram, mas quererão mostrar o desejo de ganhar", vincou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.