O avançado Leroy Sané afirmou, no passado domingo, que o Brasil "não é tão dependente de Neymar" como no Mundial de 2014, quando a Alemanha impôs o histórico 7-1 na meia-final do torneio.

"O Brasil não depende tanto de Neymar como em 2014", afirmou o jogador do Manchester City, que ainda não tinha vestido a camisa da Mannschaft à época.

"Eles estão mais bem posicionados e têm algumas novas estrelas, mas continuam a ter uma diferença quando Neymar joga ou não", acrescentou.

As duas seleções vão enfrentar-se, esta terça, pela primeira vez desde o resultado da partida disputada em Belo Horizonte. Assim como no 7 -1, Neymar não vai entrar em campo. Sané pode ocupar a vaga de Julian Draxler na partida.

"O futebol é algo quase espiritual para os brasileiros, então consigo entender que aquele 7-1 continue tão forte", declarou o técnico alemão Joachim Löw.

"São uma grande equipa, com uma boa mistura entre juventude e experiência. Tecnicamente fortes e com jogadores aguerridos na defesa", elogiou Löw.

O Brasil defronta a Alemanha, esta terça-feira, no estádio Olímpico de Berlim, depois de vencer a Rússia por 3-0 em Moscovo. Já os atuais campeões mundiais entram em ação após empate a um golo com a Espanha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.